Centenário de um grande tomista

Realizou-se em Roma o primeiro Congresso Internacional sobre o pensamento e a vida do Pe. Cornelio Fabro, um grande tomista do século XX. O auditório do “Palacio da Chancellaria” (onde funcionam os Tribunais da Santa Sé) foi o marco para dois densos dias de exposições brilhantes, animados debates e a lembrança de um filósofo e teólogo refulgente de vida interior, dedicado sacerdote e cuidadoso pastor de almas. O Congresso teve sua clausura na Basílica de São Lorenço fora dos Muros, junto ao cemitério onde repousam os restos do Pe. Fabro.

Sua vida foi marcada por um amor à Igreja que se refletia numa particular aplicação ao estudo, sem descurar o ministério sacerdotal. Ao longo de 50 anos de vida em Roma (como consultor de Dicastérios e Professor em universidades pontifícias e civis) era conhecido pelo tempo que passava no confessionário, sendo muito procurado pelos fiéis na sua paróquia da Santa Cruz (na via Flaminia), anexo à casa da Congregação da qual fez parte: os Estigmatinos.

35O Papa João Paulo II, na visita pastoral à paróquia (23/2/1997), lembrou esta grande personalidade, que tinha conhecido de perto. Com efeito, o Pe. Fabro, no seu “Testamento Espiritual”, agradece a Deus os dons da vida, do batismo, da vocação religiosa e sacerdotal, a fé recebida de seus genitores, a aptidão particular para os estudos e tantos dons gratuitamente recebidos da Providência; e ressalta especialmente a graça de ter sido ser colaborador de quatro Romanos Pontífices (Pio XII, João XXIII, Paulo VI e João Paulo II): o que ele chama “a honra de ter sido um soldado de Cristo Jesus” (miles Christi Jesus).

O Congresso realizado em Roma contou com expositores de alto relevo, como o Pe. Luis Romera (reitor da Pontifícia Universidade da Santa Cruz), o Pe. Mauro Mantovani, SDB (vice-reitor e decano de Filosofia da Pontifícia Universidade Salesiana), o Pe. Charles Morerod, OP (reitor da Pontifícia Universidade Angelicum e Secretário da Comissão Teológica Internacional da Congregação para a Doutrina da Fé), D. Marcelo Sanchez Sorondo (Chanceler da Pontifícia Academia de Ciências), o Prof. Giuseppe della Torre (reitor da Universidade Maria Assunta), e tantos outros docentes de centros de estudos europeus ou sul-americanos.

Padre Luiz Antônio Bento lançará livro sobre “Bioética e pesquisa em seres humanos”

Publicado 2011/10/14

Autor: Gaudium Press
Secção: Brasil

Maringá (Sexta-Feira, 14-10-2011, Gaudium Press) Doutor em Bioética e integrante da Comissão de Bioética da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Padre Luiz Antônio Bento lançará o livro “Bioética e pesquisa em seres humanos”. No evento, que será realizado no dia 22 de outubro, às 20h, no salão da paróquia São José Operário, em Maringá, no Paraná, os participantes terão a oportunidade de conhecer a opinião do pesquisador sobre essa questão da bioética que desafia o mundo científico, os organismos governamentais nacionais e internacionais e toda a sociedade. peluiz1

Mesmo com todos os esforços em elaborar e divulgar normas, declarações e diretrizes éticas para regulamentar as pesquisas biomédicas em seres humanos, até hoje ainda não existem instrumentos totalmente eficazes para garantir a segurança, a integridade, o respeito e a dignidade das pessoas sujeitos de pesquisas. Nesse sentido, o livro propõe aprofundar limites éticos axiológicos das diretrizes internacionais e nacionais que regulamentam as pesquisas em seres humanos no Brasil, com uma linguagem objetiva e despretensiosa, mas perfeitamente adequada.

A obra se apresenta como uma contribuição para o aprofundamento de princípios da eticidade do agir do homem no campo das pesquisas biomédicas. De acordo com o autor do livro, a biomedicina está presente na sociedade como um dos ramos mais promissores da biotecnologia. O que significa que é fundamental conhecer as suas possibilidades e aplicações na vida prática do ser humano. “Não se trata de uma utopia cientifica, mas uma realidade sempre mais perto de nós que, se bem usada, poderá ser de grande benefício para a humanidade”, afirma.

O Padre Luiz Antônio também destaca em seu livro que em razão da rapidez com que caminha o desenvolvimento biotecnológico, o respeito ao ser humano não pode ser subordinado ao interesse das ciências e da atividade experimental. Deve-se, segundo ele, avançar conforme os limites éticos estabelecidos pelo respeito natural devido ao sujeito em pesquisa e às normas sobre pesquisas envolvendo seres humanos.

Por fim, o sacerdote ainda lembra que o que sustenta e fundamenta os direitos, a dignidade e o valor do outro é a sua própria vida e a sua liberdade de viver plenamente, sem nenhum tipo de ameaça. “Na busca de novos conhecimentos científicos, o ser humano não pode ser reduzido meramente a um meio, pois reduzi-lo ao estatuto de meio conduz a graves violações do respeito a ele devido. Vale o imperativo: não fazer ao outro aquilo que não quero que façam a mim mesmo”, conclui. (FB).

Faculdade Arquidiocesana de Mariana abre vagas para curso sobre “História da Arte Sacra”

Publicado 2011/10/14
Autor: Gaudium Press
Secção: Brasil

Mariana (Sexta-feira, 14-10-2011, Gaudium Press) A Faculdade “Dom Luciano Mendes”, da Arquidiocese de Mariana, Minas Gerais, abriu vagas para seu novo curso de pós-graduação a ser realizado no ano de 2012. O curso intitulado “História da Arte Sacra” terá a coordenação geral da doutora em Arqueologia e História da Arte pela Universidade Católica de Louvaina, na Bélgica, Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira.

Artesacra.jpg
As inscrições se iniciam no dia 21 de novembro e seguem até o dia 15 de dezembro

Segundo os organizadores, o objetivo do curso é aprimorar os conhecimentos relativos à arquitetura religiosa cristã e seu patrimônio móvel e integrado, promovendo o crescimento intelectual de pessoas interessadas no tema, bem como a capacitação profissional dos que atuam nas áreas de ensino e pesquisa, órgãos do patrimônio e gestão dos monumentos e seu acervo.

O curso será divido em dois módulos, que tratarão de temas como “Teoria e Metodologia da Arte Sacra”; “História da Arte sacra”; “Arquitetura Religiosa no Brasil”; “História da Igreja”; Iconografia Cristã”; “Rituais, Festas e Procissões”; “Arquitetura religiosa em Minas Gerais: capelas, matrizes e igrejas de irmandades”; “Música Sacra”; entre outros.

No total, o curso irá de janeiro a julho de 2012, totalizando uma carga de 180 horas.

As inscrições se iniciam no dia 21 de novembro e seguem até o dia 15 de dezembro, mas as pré-inscrições já podem ser feitas pelo link:http://famariana.edu.br/pre-inscricao-curso-de-historia-da-arte-sacra/. (BD).

Várias dioceses em Portugal estão apoiando economicamente alunos universitários

Lisboa (Terça-feira, 11-10-2011, Gaudium Press) Várias dioceses em Portugal estão apoiando economicamente alunos universitários que estão passando por dificuldades financeiras e não conseguem pagar as mensalidades, fato que tem se tornado cada vez mais constante por conta da crise economica e social que atinge a Europa.

logo

Segundo o padre Marco Luis, diretor do Serviço Pastoral do Ensino Superior (SPES) de Setúbal, “o Fundo de Esperança Solidária foi criado no final de 2008 e já ajudou dezenas de alunos totalizando mais de 20 mil euros em ajudas financeiras prestadas além do seguimento das situações”.

O padre António Bacelar, diretor do Secretariado Diocesano da Pastoral Universitária do Porto, comenta que o “Fundo de Solidariedade foi criado na diocese em 1992 e ajudou até hoje mais de 700 pessoas, com mais de 200 mil euros. “O amor concreto para com cada um pode ir mesmo para além da medida das nossas possibilidades, para ter antes a medida das necessidades de quem é socorrido. Sobretudo quando, já por duas vezes, nos vimos forçados a suspender o Fundo por declarada falência, não faltou a resposta da providência divina de uma ou outra oferta totalmente inesperada”, relata o sacerdote.

Já o padre Nuno Santos, assistente nacional do Serviço Nacional da Pastoral do Ensino Superior, fala da identidade deste organismo da Igreja Católica, explicando a necessidade de “rasgar horizontes de relação da terra com o céu na vida daqueles que passam grande parte do seu tempo nas nossas universidades, politécnicos e outras instituições do ensino superior”.

O sacerdote diz ainda que “uma pastoral do ensino superior mais do que ter respostas deve ajudar a fazer perguntas sobre o sentido mais profundo o existir; mais do que apresentar soluções deve aceitar fazer caminho; mais do que fazer coisas devem estruturar percursos de identidade com os docentes, os investigadores, os funcionários e os estudantes”.(LB)

O Coral dos Anjos

Han Dan (Terça-feira, 11-10-11, Gaudium Press) Um grupo de universitários católicos da diocese de Han Dan, na província de He Bei, na China continental, lançou um site de evangelização intitulado “O Coral dos Anjos”.

A iniciativa tem o objetivo de oferecer aos jovens os estímulos e os elementos necessários para aprofundarem o sentido da vida e os valores da fé. Segundo o idealizador do site, a ação recebeu grande apoio e amparo de sacerdotes, sobretudo daqueles que trabalham no campo da evangelização on-line.

“Hoje nos campi universitários é muito difundida a reflexão acerca do sentido da vida e dos valores da fé. É um fenômeno que demonstra a sede de vida espiritual no mundo secularizado, no qual vivem os nossos jovens”, diz Faith de He Bei, criador do site.

“Aquilo que os livros nos oferecem não basta para responder a essa exigência. Portanto, a criação desse site nos ajuda reciprocamente a nos enriquecer e a aprofundar”, afirma ele. O veículo online apresenta argumentos, textos e citações bíblicas. Para os jovens, o site pretende ser uma resposta aos desafios que a sociedade secular nos coloca nos dias de hoje.

Atualmente, a China continental conta com dezenas de sites católicos sobre evangelização, muitos deles diocesanos e paroquiais, o que traz a constatação de que a internet está se tornando, cada vez mais, um instrumento capaz de evangelizar, de ensinar os preceitos bíblicos, sobretudo entre os jovens. (DG).

Com informações da Agência Fides.

Sugerida proclamação de Santa Faustina Kowalska com Doutora da Igreja

Publicado 2011/10/06
Autor: Gaudium Press
Secção: Mundo

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 06-10-2011, Gaudium Press) Os cardeais e bispos presentes no 2º Congresso Mundial da Divina Misericórdia, realizado no Santuário de Lagiewniki, em Cracovia, na Polônia, propuseram ao Santo Padre Bento XVI a proclamação de Santa Faustina Kowalska, a Apostola da Divina Misericordia, como Doutora da Igreja.

Santa Faustina.jpeg
Santa Faustina Kowalska

Até agora são 33 os Doutores da Igreja. Se o Papa acatar a sugestão dos cardeais e cispos, Santa Faustina poderá vir a ser a quarta mulher proclamada como Doutora da Igreja. Antes dela, já foram consideradas doutoras: Santa Teresa de Ávila, Santa Catarina de Sena e Santa Teresinha do Menino Jesus. A santa polonesa seria também a primeira doutora do milênio.

O título de Doutor da Igreja é dado aos santos que são caracterizados como grandes pensadores no campo da Fé. O pensamento de Santa Faustina é considerado especilamente importante para o homem do terceiro milênio e tornou-se conhecido em todo mundo graças à divulgação de seu “Pequeno Diário”.

No diário ela difunde a “Mensagem sobre a Divina Misericordia” que teria sido anunciada a ela por Nosso Senhor Jesus Cristo, em apariçoes privadas, ao longo dos anos em que ela viveu na Congregação das Irmãs da Beata Virgem Maria da Misericórdia.

“Fonte de esperança”
No último domingo, após o Ângelus, na Praça de São Pedro, Bento XVI dirigiu uma mensagem aos cerca de 2 mil participantes do 2º Congresso Mundial da Divina Misericórdia, na qual fazia referência ao tema do encontro. “Muito queridos, reforcem sua confiança no Senhor, por meio da reflexão comum e da oração, para levar eficazmente ao mundo a alegre mensagem de que a Misericórdia é fonte de esperança”, disse na ocasião. (JS).

Uma viagem de Atenas a Jerusalém com Pe. Edward Andrés Posada Gómez

1escudo

O convite para uma viagem sempre é bem acolhido em qualquer idade, especialmente pelos corações jovens. Quanto mais desconhecido ou inusitado o lugar, maior o interesse despertado. Foi precisamente este o motivo do Curso ministrado pelo Revmo. Pe. Edward Andrés Posada Gómez, sob o sugestivo título de “De Atenas a Jerusalém: Espiritualidade: ponto de encontro entre a Filosofia e a Teologia”. O curso foi ministrado entre os dias 26 e 30 de setembro aos estudantes do Instituto Filosófico Aristotélico Tomista com uma carga horária de 20 horas.

faces

De modo muito espirituoso e profundo Pe. Edward, que é Professor na Universidade Pontifícia Bolivariana, de Medellín, Mestre em Teologia pela mesma Universidade e Doutorando em Filosofia pelo Angelicum de Roma, discorreu sobre o eterno diálogo entre a filosofia (Atenas) e a teologia (Jerusalém); apresentou a filosofia como modo de vida apesar de ser uma disciplina essencialmente teórica. Para isso usou textos elucidativos de Sócrates, Platão e Aristóteles.

A continuidade do curso foi apresentar a recepção e assimilação da filosofia antiga pela tradição cristã. Concluiu o curso com a ideia de Jesus enquanto filósofo.

Comitato Internazionale per il 1° Centenario della nascita di Cornelio Fabro

Sede della Presidenza: Casina Pio IV (00120) Città del Vaticano
Segreteria: Via Mazzarino, 16 (00184) Roma.

Tel. +39 – 069766752 (lun-sab dalle 9,00 alle 12,00)
Cell. 3403649154 / 3461001877

www.centenariofabro.org – [email protected]

__________________________________________________________________________________

CONGRESSO INTERNAZIONALE
PER IL CENTENARIO DELLA NASCITA DI CORNELIO FABRO

VENERDÌ 7 E SABATO 8 OTTOBRE
Palazzo della Cancelleria
Roma, Piazza della Cancelleria, 1

SCHEDA DI ISCRIZIONE

Nome e Cognome_____________________________________
__

E-mail________________________________________________

Richiesta dell’attestato di presenza: sì no

Inviare a: [email protected]

Per ulteriori informazioni vedi: www.centenariofabro.org.

NOTA BENE: per concelebrare la Santa Messa di DOMENICA 9 OTTOBRE nella Basilica di San Lorenzo fuori le Mura alle ore 9,30, si prega di portare i paramenti sacri.

Faculdade de Teologia "Redemptoris Mater"

Callao ( Sexta-feira, 30-09-2011, Gaudium Press) Com o interesse de destacar a figura da Santíssima Virgem Maria como uma grande influência para a primeira e a nova evangelização no Peru, a Faculdade de Teologia “Redemptoris Mater” da Diocese de Callao realizará a partir de 3 de outubro a exposição “María, Madre del redentor”.

view

A exposição consta de três partes: a primeira, denominada “E o Anjo do Senhor anunciou a Maria”, fará referencia ao Angelus, as invocações marianas e o Santo Rosário; a segunda, com o título de “Eis aqui a escrava do Senhor”, abordará as diversas expressões marianas, confrarias, a veneração das imagens sagradas, a influencia mariana na piedade popular da América e Peru e a Imaculada Conceição; e a terceira, com o nome “E o Verbo de Deus se fez carne”, tratará do Beato João Paulo II no Peru e as Virgens Coroadas, Bento XVI e o Dicastério da Nova Evangelização e a Virgem da Evangelização.

A partir da abertura da exposição, os visitantes poderão apreciar, além de ícones da Santa Mãe de Deus, objetos e indumentarias etnográficas, fotografias e quadros. Podem ainda participar de conferencias, painéis informativos e pedagógicos.

A mostra faz parte das atividades acadêmicas e culturais da Faculdade de Teologia “Redemptoris Mater” e estará aberta ao público até 31 de outubro.

Com informações da Conferencia Episcopal Peruana.

Encontro nacional de catequese na Itália


Adultos testemunhas da Fé, desejosos de transmitir esperança – Responsabilidade e formação da comunidade cristã. Foi este o tema do 45º Encontro Nacional dos Diretores dos Secretariados Diocesanos de Catequese, realizado em Pesaro, Itália, de 20 a 23 de junho, com 300 participantes, provenientes de 127 dioceses italianas.

Na sessão de abertura, o Pe. Guido Benzi, Diretor do Secretariado Catequético Nacional, recordou a meta de passar os adultos de destinatários a protagonistas da educação e comunicação, e discorreu sobre as condições para conscientizá–los da importância dessa tarefa.

O evento, que foi iniciado com a saudação e bênção do Arcebispo, Dom Piero Coccia, é uma etapa de preparação para o XXV Congresso Eucarístico Nacional de Ancona, a ser realizado de 3 a 11 de setembro.

Polônia: II Congresso mundial sobre a Misericórdia Divina

395px-Divine_Mercy_(Adolf_Hyla_painting)2007-08-16

Sob o lema  A Misericórdia, fonte de esperança, realizar-se-á de 1º a 5 de outubro em Cracóvia o II Congresso Apostólico Mundial sobre a Divina Misericórdia. Ele está sendo organizado pelo Arcebispo dessa cidade, Cardeal Stanisław Dziwisz, e será presidido pelo Cardeal Christoph Schönborn, Arcebispo de Viena.

800px-Sanktuarium_Miłosierdzia_Bożego_w_Krakowie-Łagiewnikach1

A importância da devoção à Divina Misericórdia levou o Beato João Paulo II dedicar a ela o segundo Domingo da Páscoa. E, na homilia de canonização da Irmã Faustina em 30 de abril de 2000, citando o apelo feito por Nosso Senhor a essa religiosa polonesa, o Pontífice afirmava: “A humanidade não encontrará paz, enquanto não se voltar com confiança para a misericórdia divina”.

Colômbia presta homenagem ao Beato João Paulo II

800px-Flag_of_Colombia

Com a presença do Presidente da República, de membros do Corpo Diplomático e outras personalidades do mundo político e empresarial, juntamente com 96 Bispos reunidos para a 91ª Assembleia Plenária do Episcopado Colombiano, foi prestado um ato de homenagem ao Beato João Paulo II por ocasião do 25º aniversário de sua visita apostólica a este país, em julho de 1986.

Durante o ato, intitulado  João Paulo, Mensageiro da Paz, o Presidente Juan Manuel Santos Calderón recordou que essa visita representou “um raio de esperança, um bálsamo de fé, de tranquilidade para nosso povo”, nos difíceis momentos pelos quais passava então a Colômbia. E o Núncio Apostólico, Dom Aldo Cavalli, destacou o convite feito pelo Papa aos colombianos nessa oportunidade, quando lhes propôs “mudar o curso dos acontecimentos”.

Promovido pela Conferência Episcopal Colombiana e por um comitê ad hoc composto por membros da sociedade civil, o evento, realizado no dia 5 de julho, culminou com uma solene Concelebração Eucarística na Catedral de Bogotá, presidida pelo Arcebispo Metropolitano,

Três teólogos recebem o Prêmio Ratzinger

Três teólogos recebem o Prêmio Ratzinger

Na manhã de 30 de junho, três teólogos receberam das mãos do Papa o Prêmio Joseph Ratzinger concedido pela “Fundação Vaticana Joseph Ratzinger – Bento XVI”, uma instituição nascida em março de 2010 com diversos objetivos, entre os quais o de “estabelecer prêmios para os estudiosos que se distingam por méritos especiais, tanto nas atividades de publicações como na da investigação científica”.

Par6330642

O galardão, agora outorgado pela primeira vez, foi entregue a Dom Maximilian Heim, abade do Mosteiro Cisterciense de Heiligenkreuz, na Áustria, e docente de Teologia Fundamental e Dogmática; ao Prof. Olegario González de Cardedal, sacerdote espanhol, docente de Teologia Sistemática; e ao Prof. Manlio Simonetti, leigo italiano especialista em Literatura cristã antiga e Patrologia.

Após a saudação de Mons. Giuseppe Antonio Scotti, presidente da Fundação, da apresentação dos premiados feita pelo Cardeal Camilo Ruini, Presidente do Comitê Científico e das palavras de agradecimento pronunciadas por Dom Maximilian Heim, o Papa fez um discurso no qual salientou a importância da “autêntica teologia” e a relação entre a fé e a razão no estudo desta disciplina. “A reta fé orienta a razão a abrir-se ao divino, para que ela, guiada pelo amor à verdade, possa conhecer Deus mais profundamente” — afirmou o Santo Padre.

Beatificada religiosa vicentina guilhotinada durante a Revolução Francesa

Realizou-se em 19 de junho na cidade de Dax, França, a cerimônia de beatificação da Irmã Margarida Rutan, religiosa filha da caridade guilhotinada durante a Revolução Francesa no dia 7 de abril de 1794. O ato litúrgico foi presidido pelo Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, Cardeal Angelo Amato.

rutan copy

Margarida Rutan nasceu em 1736 na cidade francesa de Metz, e aos 21 anos ingressou na Congregação das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo. Assumindo em 1779 o cargo de superiora do Hospital de Santo Eutrópio, em Dax, ali trabalhou incansavelmente em favor das crianças pobres, dos enfermos e das jovens mães abandonadas.

Acusada de “aristocracia, fanatismo e superstição”, foi presa com as demais religiosas da comunidade nas vésperas do Natal de 1793, submetida a uma farsa de processo, condenada à morte em 9 de abril de 1794 e executada no mesmo dia.

Papa visita a sede do “L’Osservatore Romano”

LOsservatore_Romano_Masthead

Por ocasião do 150º aniversário de L’Osservatore Romano, cujo primeiro número saiu a lume em 1º de julho de 1861, o Papa Bento XVI fez no dia 5 de julho uma visita à sede desse jornal cotidiano.

Após breves palavras de saudação à diretoria, aos redatores e a “toda a grande família deste jornal”, o Santo Padre afirmou que, “difundindo os ensinamentos do Papa, informando sobre suas atividades e as da Cúria Romana, e fazendo-se eco da vida católica no mundo,

L’Osservatore Romano ajuda os fiéis a considerar os problemas à luz da palavra de Cristo e do Magistério da Igreja”.

Sua Santidade incentivou-os a continuar seu trabalho com alegria no “grande areópago da comunicação moderna”. E os lembrou de que não basta uma boa formação profissional para cumprir sua elevada missão. “É necessário, sobretudo que cultiveis incessantemente um espírito de oração, de serviço e de fiel adesão aos ensinamentos de Cristo e de sua Igreja” — acrescentou.

Além da edição diária em italiano,  L’Osservatore Romano é publicado semanalmente em língua francesa, inglesa, espanhola, portuguesa e alemã, e mensalmente em polonês.

Prof. Dr. Wim Verbaal ministrará curso no IFAT: A literatura latina e o Anseio de exprimir o Inexprimível

Há emoções, belezas e realidades na vida que não são inteiramente exprimíveis pela linguagem humana. Dentre estas, uma nos deixa literalmente “sem palavras”: Deus.

Sim. Deus é inefável e o homem nem sempre encontra uma linguagem apropriada para definir sua essência e grandeza. A mente humana é extremamente limitada para poder entender toda a dimensão divina. Por mais que se esforce, jamais o homem poderá entender esta grandeza por suas próprias forças ou através do seu mero raciocínio. Como escreveu Santo Agostinho, “estes mistérios são grandes demais e contêm uma espécie de divino segredo, e se nós tentarmos desenvolvê-los como lhes convém, não teríamos nós nem tempo nem força para tal”[1].

Wim Verbaal Professor Universiteir van Gent Belgie

Ao longo da sua história, o homem empreendeu uma admirável e rica epopeia para exprimir o ser divino usando todas as possibilidades da inteligência e de sua produção mais pura e sensível que é a palavra.

É precisamente este o tema que o Prof. Dr. Wim Verbaal ministrará para os alunos do Instituto Filosófico Aristotélico Tomista (IFAT) em São Paulo entre os dias 12 a 16 de Setembro de 2011 (carga horária: 20 horas).

O curso tratará sobre o principal objeto dos estudos eclesiásticos filosóficos, ou seja, Deus.  Mais especificamente, o Prof. Verbaal abordará “o desenvolvimento e a mudança da língua latina em sua tentativa de exprimir o inexprimível”.  Através da leitura dos principais textos clássicos, será apresentado o que se tentou pensar, raciocinar e dizer sobre Deus, o Ser inefável.

O Curso seguirá uma sequência cronológica de autores latinos desde Lucrécio e Cícero até São Bernardo de Claraval, bem como outros autores cristãos do século XII dando um especial enfoque aos seus escritos sobre o conceito de Deus.

Dr. Wim Verbaal é membro do Departamento de Estudos literários da Universidade de Gent, Bélgica e especialista em literatura latina e grega. Publicou várias obras sobre São Bernardo de Claraval e sobre a literatura latina da Idade Média, bem como de autores clássicos.

Prof. dr.Wim.M. Verbaal

Latijnsetaal en literatuur

Latin language and Literature

Universiteit Gent

Dpt.: Letterkunde

Ghent University

Dpt.: Literary Studies

Blandijnberg 2

B – 9000 GENT

tel : xx32 / (0)9 / 264.40.38

fax : xx32 / (0)9 / 264.41.64

e-mail :[email protected]


[1] Santo Agostinho. Sermão 7.

Novo Catecismo da Igreja Greco-Católica Ucraniana

Sv_shevchuk copy

Sua Beatitude Sviatoslav Shevchuk, Arcebispo-Mor de Kiev-Halic apresentou, em 24 de junho, o novo Catecismo da Igreja Greco-Católica Ucraniana, intitulado Cristo é nossa Páscoa.

A obra compõe-se de três volumes: O Credo da Igreja, A Oração da Igreja e A Vida da Igreja. Está prevista a edição em cinco línguas: russo, polonês, espanhol, inglês e português.

Segundo o Serviço de Informação Religiosa da Ucrânia (RISU), a apresentação foi realizada como parte das comemorações que marcaram o 10º aniversário da visita do Beato João Paulo II a esse país, durante a qual foram beatificados 27 mártires.

"A busca da verdade é a resposta à instabilidade de nossa sociedade", afirma o Papa aos docentes

POPE

Madri (Sexta-feira, 19-08-2011, Gaudium Press) Durante o encontro que o Papa Bento XVI teve com os jovens na Basílica de São Lourenço de El Escorial, o pontífice ressaltou que “numa sociedade vacilante e instável os jovens precisam de mestres autênticos e convictos”. O Santo Padre encorajou os jovens universitários a irem além de uma visão utilitarista na formação acadêmica para buscar a verdade própria da pessoa humana.

O Santo Padre encorajou os jovens universitários a irem além de uma visão utilitarista

Como parte da programação do evento, um jovem dirigiu um testemunho ao Papa. Ele disse ao pontífice que “em sua condição de um exímio professor universitário, nos faz especialmente sensíveis as nossas inquietudes e aspirações numa época e que não é fácil viver como cristãos coerentes no âmbito universitário. Nós que estamos reunidos aqui, temos vivido uma experiência pessoal de conversão em Cristo em que a razão e o conhecimento tem sido um eficaz auxílio na ação da graça”.

O Santo Padre respondeu afirmando que “encontrar-me aqui em meio a vós faz-me recordar os meus primeiros passos como professor na Universidade de Bonn. Quando ainda se sentiam as feridas da guerra e eram muitas as carências materiais, a tudo supria o encanto de uma atividade apaixonante, o trato com colegas das diversas disciplinas e o desejo de dar resposta às inquietações últimas e fundamentais dos alunos”. Bento XVI oferece palavras de recordação pessoal e de coragem aos jovens professores das universidades espanholas que exercem sua profissão “em circunstâncias nem sempre fáceis”. Aqui o Papa se refere aos últimos acontecimentos nas universidades na Espanha.

“Às vezes pensa-se – observou o Papa – que a missão de um professor universitário seja hoje, exclusivamente, a de formar profissionais competentes e eficientes que satisfaçam as exigências laborais de cada período concreto. Diz-se também que a única coisa que se deve privilegiar, na presente conjuntura, é a capacitação meramente técnica”. Porém concentrar-se somente no aspecto utilitarista e pragmático se corre o risco das consequências dramáticas “desde os abusos de uma ciência que não reconhece limites para além de si mesma, até ao totalitarismo político que se reanima facilmente quando é eliminada toda a referência superior ao mero cálculo de poder. Ao invés, a genuína ideia de universidade é que nos preserva precisamente desta visão reducionista e distorcida do humano”.

A verdadeira missão dos estudiosos é buscar a verdade própria da pessoa humana em transmitir um ideal universitário recebido pelos predecessores. Bento XVI exorta os jovens estudiosos a “não perderem jamais tal sensibilidade e encanto pela verdade”. Verdade que é sempre “mais alta do que as nossas metas” porque supera a nossa capacidade de possuí-la totalmente. “Na atividade intelectual e docente, – concluiu o pontífice – a humildade é também uma virtude indispensável, pois protege da vaidade que fecha o acesso à verdade. Não devemos atrair os estudantes para nós mesmos, mas encaminhá-los para essa verdade que todos procuramos”.

Ao término, em recordação da visita, o Santo Padre ofereceu aos padres agostinianos da Basílica El Escorial, um mosaico que representa São Lourenço, realizada pelo estúdio de Mosaico Vaticano. Em seguida o Papa almoça na Nunciatura Apostólica de Madri com 12 jovens. É um dos tradicionais encontros de toda Jornada Mundial da Juventude. Em Madri foram escolhidas pessoas entre os voluntários mais empenhados na preparação do evento.