Uma tarde com Nosso Senhor Sacramentado

Panorama da Cidade de Bragança Paulista no dia de Corpus Christi

No belo entardecer do dia 30 de maio, solenidade de Corpus Christi, o Bispo da diocese de Bragança Paulista, o Exmo. e Rvmo. D. Sérgio Aparecido Colombo, organizou com o auxílio do clero diocesano uma abençoada procissão em louvor ao Santíssimo Sacramento. Costume tradicionalmente realizado nessa cidade.

Os fiéis, reunidos em talvez mais de mil pessoas, adoravam a Jesus realmente presente no Sacramento do Altar.

Tal cerimônia teve início com a Santa Missa no ginásio do colégio L. E. Sagrado Coração de Jesus, o qual ficou inteiramente repleto.

Ao término da celebração, foi exposto o Santíssimo e prosseguido de breves instantes de adoração em recolhimento. Deu-se então início à procissão. E a pedido de D. Sérgio os seminaristas dos Arautos do Evangelho tiveram a honra e alegria de executar músicas durante a mesma. E segundo a expressão do senhor Bispo: “abrilhantaram e animaram ainda mais a solene procissão”

O povo entusiasmado acompanhava com cantos e orações. E fervorosamente portavam velas as quais, segundo o Bispo, “simbolizavam a Fé e ardor do povo”

De fato, essa é uma das principais festas da Igreja Católica, o dia de Corpus Christi, celebrado nove dias após a descida do Espírito Santo. Tal solenidade teve sua origem em 1247 na Bélgica, instituída por Urbano IV, em resposta à opinião de Berengário de Tours, o qual, afirmava que a presença de Jesus era somente simbólica. A partir dessa instituição, iniciou-se o costume de sair em procissão com o Santíssimo. E o primeiro Papa a fazer isto foi Nicolau V em 1447 nas ruas de Roma.

E, como se pode testemunhar, tal costume não cessa de atrair multidões até os dias de hoje. Essa bela tradição, foi mais uma vez comprovada pela diocese de Bragança Paulista, com tão marcante cerimônia.

Durante a procissão foram dirigidas palavras e recitadas orações em glorificação ao Corpo de Jesus Eucarístico. E por fim, foram recitadas as orações finais e bênção solene pelo Presidente da cerimônia, com a praça ainda repleta de fiéis.

Toda essa cerimônia foi sem dúvida gratificante para os seminaristas dos Arautos por prestarem esse serviço à Santa Igreja, em ocasião tão insigne, através das mãos do Exmo. D. Sérgio Aparecido Colombo.

Despedida dos membros dos Arautos do Evangelho com D. Sérgio.

André Luiz de Moura Pereira e Luan Felipe de Souza / 2º Teologia

Deixe uma resposta