A Conferência Episcopal Espanhola lança edição popular da Bíblia

Madri (Gaudium Press) A Conferência Episcopal Espanhola (CEE), com o objetivo de que as Sagradas Escrituras cheguem de maneira mais fácil até os lares, paróquias, colégios, universidades, centros de pastoral e comunidades religiosas da Espanha, apresentou a edição popular ou “Minor” do texto bíblico, mais acessível e econômico para os fiéis espanhóis. biblia

A apresentação teve lugar um ano depois da publicação da “A Sagrada Bíblia. Versão Oficial da Conferencia Episcopal Espanhola”, texto bíblico que “respondeu o desejo de contar com um instrumento comum de referencia para o trabalho evangelizador da Igreja”, segundo explica a CEE em comunicado emitido pela Sala de Imprensa do organismo eclesiástico.

A edição popular, editada e publicada pela Biblioteca de Autores Cristãos (BAC) -a mesma que publicou a versão típica e  oficial da Bíblia há um ano- contém a tradução dos textos originais, também introduções a livros com versões mais abreviadas tomando como base as que foram redigidas para a versão típica oficial , notas complementares de carácter histórico, teológico e literário, mapas históricos e um índice litúrgico para as leituras das missas do ano.

“Trata-se de um formato reduzido, com o  que se pretende divulgar o texto íntegro da Bíblia em um formato mais cômodo e  facilitar que a piedade popular siga encontrando nas palavras das Sagradas Escrituras uma fonte inesgotável de inspiração”, diz o comunicado da Sala de Imprensa da CEE.

Esta edição popular, como explicou o Padre Carlos Granados, Diretor da BAC, faz parte de um projeto de publicações que saem proximamente, no qual se fará uma publicação do texto bíblico em rústica, outra em plástico com uma capa mais flexível, flexible, para uso escolar, assim como adaptações diversas para as crianças, para utilizá-las na catequese, para a Hispano-America e uma versão informática, entre outras.

Para Mons. Juan Antonio Martínez Camino, Secretário do Episcopado Espanhol, esta nova publicação “poderá aproximar mais o texto das Sagradas Escrituras à vida de todos os fiéis e de todos os leitores de língua espanhola”.

Deixe uma resposta