Bispo chinês ressalta importância e sacralidade da Liturgia

O Decreto do Concílio Vaticano II, Presbyterorum Ordinis, e o Manual Pastoral dos Párocos foram o tema central do retiro espiritual anual dos sacerdotes e das religiosas da Diocese de Feng Xiang, na província de Shaan Xi, realizado de 5 a 13 de setembro ― informa a agência Fides.Nossa Senhora Imperatriz da China

Durante esses oito dias, 38 sacerdotes diocesanos e 20 religiosas da Diocese se reuniram ao redor da oração, da meditação, da Adoração eucarística e da Via-Sacra.

Como nos anos anteriores, o retiro foi pregado pelo Bispo diocesano, Dom Lucas Li Jing Feng, de 92 anos. Em suas conferências, ele destacou a importância e a sacralidade da Liturgia católica, e fez vigorosa crítica às chamadas “novas formas de oração e celebração”, não consentidas pela Igreja mas, ressaltou, infelizmente bastante em moda hoje, em algumas paróquias.

A Diocese de Feng Xiang é dividida em 4 decanatos e 30 paróquias; conta mais de 20 mil fiéis, 38 sacerdotes e 60 religiosas. Além das atividades pastorais, ela administra diversos centros de serviço social.

Milhares de fiéis peregrinam ao Santuário da Cruz, na China

Milhares de fiéis de várias regiões da China fizeram uma peregrinação, debaixo de chuva, ao Santuário da Cruz do Monte Pao Wo (chamado de “o Calvário do Oriente”), na diocese de Zhou Zhi, província de Shaan Xi, por ocasião da festa da Exaltação da Santa Cruz, 14 de setembro, e da festa de Nossa Senhora das Dores, no dia seguinte ― informa a agência Fides.

Vinte sacerdotes disponíveis para as confissões não foram suficientes para atender o fluxo dos fiéis, que começou às quatro horas da manhã. Toda a infra-estrutura do Santuário foi reconstruída com a finalidade de proporcionar boa acolhida às dezenas de milhares de peregrinos que a ele acorrem anualmente, provenientes de todo o país.

Deixe uma resposta