Vice-Decano de Teologia da Pontifícia Universidade São Tomás de Aquino in Urbe (Angelicum) ministra curso em São Paulo

Pontifical_University_of_Saint_Thomas_Aquinas_logo

Pe. Pablo Santiago Zambruno, OP, Vice-Decano da faculdade de teologia do Angelicum de Roma (PUST) ministrou o curso de “Arqueologia Cristã” para os alunos do ITTA, IFAT e IFTE no Seminário São Tomás de Aquino em São Paulo.  O curso foi realizado entre os dias 24 a 28 de outubro com a carga horária de 18 horas.

Padre Pablo é um dominicano argentino que vive em Roma e é doutor em teologia pelo Angelicum de Roma. O sugestivo tema de sua tese doutoral é muito afim com os Arautos do Evangelho: “La Belleza que salva según Santo Tomás de Aquino”.  Pe. Zambruno também é Doutor em Arqueologia Cristã pelo Pontificio Istituto di Archeologia Cristiana e Magister em Arquitetura e Arte para a Liturgia.

Com sua experiência em campanhas arqueológicas na Córsega (Mariana, 2006), Sicília (Ustica, 2007), Roma (Via Adreatina, 2007), Jordânia (2009, Samra), San Remo (Riva Ligure, 2011), Jerusalém (Monte das Oliveiras, 2011) e Jordânia (Mutawwaq, 2011), descortinou diante do auditório sua vasta erudição sobre a cultura romana e cristã nos primeiros séculos do cristianismo. Projetando fotos de sua própria autoria mostrou como interpretar a riqueza de uma civilização através das pedras de suas construções ou dos instrumentos domésticos ainda que localizadas sob a terra ou submergidas no fundo dos mares.

Ele também explicou algumas técnicas de interpretação dos mosaicos e pinturas paleocristãs, das lápides mortuárias das catacumbas romanas e das ruínas das Igrejas pré-constantinianas. Através destas relíquias da História, Pe. Zambruno descreveu a liturgia nos primeiros séculos do cristianismo, assim como os costumes dos romanos cristãos.

Estas obras de arte são verdadeiros testemunhos da fé em Cristo através dos quais se percebe o espírito de caridade e profundidade teológica que os cristãos daqueles tempos de perseguição legaram à História. Nestes achados arqueológicos percebe-se também a grandeza de vistas e o alto nível cultural alcançado pela civilização romana.

Deixe uma resposta