Várias dioceses em Portugal estão apoiando economicamente alunos universitários

Lisboa (Terça-feira, 11-10-2011, Gaudium Press) Várias dioceses em Portugal estão apoiando economicamente alunos universitários que estão passando por dificuldades financeiras e não conseguem pagar as mensalidades, fato que tem se tornado cada vez mais constante por conta da crise economica e social que atinge a Europa.

logo

Segundo o padre Marco Luis, diretor do Serviço Pastoral do Ensino Superior (SPES) de Setúbal, “o Fundo de Esperança Solidária foi criado no final de 2008 e já ajudou dezenas de alunos totalizando mais de 20 mil euros em ajudas financeiras prestadas além do seguimento das situações”.

O padre António Bacelar, diretor do Secretariado Diocesano da Pastoral Universitária do Porto, comenta que o “Fundo de Solidariedade foi criado na diocese em 1992 e ajudou até hoje mais de 700 pessoas, com mais de 200 mil euros. “O amor concreto para com cada um pode ir mesmo para além da medida das nossas possibilidades, para ter antes a medida das necessidades de quem é socorrido. Sobretudo quando, já por duas vezes, nos vimos forçados a suspender o Fundo por declarada falência, não faltou a resposta da providência divina de uma ou outra oferta totalmente inesperada”, relata o sacerdote.

Já o padre Nuno Santos, assistente nacional do Serviço Nacional da Pastoral do Ensino Superior, fala da identidade deste organismo da Igreja Católica, explicando a necessidade de “rasgar horizontes de relação da terra com o céu na vida daqueles que passam grande parte do seu tempo nas nossas universidades, politécnicos e outras instituições do ensino superior”.

O sacerdote diz ainda que “uma pastoral do ensino superior mais do que ter respostas deve ajudar a fazer perguntas sobre o sentido mais profundo o existir; mais do que apresentar soluções deve aceitar fazer caminho; mais do que fazer coisas devem estruturar percursos de identidade com os docentes, os investigadores, os funcionários e os estudantes”.(LB)

Deixe uma resposta