Sugerida proclamação de Santa Faustina Kowalska com Doutora da Igreja

Publicado 2011/10/06
Autor: Gaudium Press
Secção: Mundo

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 06-10-2011, Gaudium Press) Os cardeais e bispos presentes no 2º Congresso Mundial da Divina Misericórdia, realizado no Santuário de Lagiewniki, em Cracovia, na Polônia, propuseram ao Santo Padre Bento XVI a proclamação de Santa Faustina Kowalska, a Apostola da Divina Misericordia, como Doutora da Igreja.

Santa Faustina.jpeg
Santa Faustina Kowalska

Até agora são 33 os Doutores da Igreja. Se o Papa acatar a sugestão dos cardeais e cispos, Santa Faustina poderá vir a ser a quarta mulher proclamada como Doutora da Igreja. Antes dela, já foram consideradas doutoras: Santa Teresa de Ávila, Santa Catarina de Sena e Santa Teresinha do Menino Jesus. A santa polonesa seria também a primeira doutora do milênio.

O título de Doutor da Igreja é dado aos santos que são caracterizados como grandes pensadores no campo da Fé. O pensamento de Santa Faustina é considerado especilamente importante para o homem do terceiro milênio e tornou-se conhecido em todo mundo graças à divulgação de seu “Pequeno Diário”.

No diário ela difunde a “Mensagem sobre a Divina Misericordia” que teria sido anunciada a ela por Nosso Senhor Jesus Cristo, em apariçoes privadas, ao longo dos anos em que ela viveu na Congregação das Irmãs da Beata Virgem Maria da Misericórdia.

“Fonte de esperança”
No último domingo, após o Ângelus, na Praça de São Pedro, Bento XVI dirigiu uma mensagem aos cerca de 2 mil participantes do 2º Congresso Mundial da Divina Misericórdia, na qual fazia referência ao tema do encontro. “Muito queridos, reforcem sua confiança no Senhor, por meio da reflexão comum e da oração, para levar eficazmente ao mundo a alegre mensagem de que a Misericórdia é fonte de esperança”, disse na ocasião. (JS).

Deixe uma resposta