Capela São José Operário e São Francisco de Assis

Felipe Rodrigues (3º ano Teologia)

Jesus lhe disse: “Em verdade, em verdade Eu te digo, se alguém não nasce da água e do Espírito, não pode entrar no Reino de Deus”. (Jo 3,5)

– Com o batismo, nós passamos a ter parte na natureza divina por uma filiação adotiva, mas real. Tornamos-nos filhos de Deus.

– Mas professor, se com o batismo nos tornamos filhos de Deus, qual a diferença entre nós e Jesus?

– Muito simples – responde outro aluno – a diferença é que Jesus é a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade.

Exatamente – aduz o professor – Ele é Filho de Deus não por adoção, mas é o seu Filho Unigênito.

Esta conversa transcorreu em uma aula de catecismo na paróquia de Nossa Senhora das Graças, numa de suas doze capelas, a de São José Operário e São Francisco de Assis, com alguns jovens coroinhas entre oito e quatorze anos.

O diálogo acima transcrito concerne dois jovens e um professor. O primeiro jovem, autor da pergunta, tem doze anos; o que lhe deu a resposta tem nove. O professor, diácono, tem vinte e seis.

Capela São JoséNesta capela, na qual colaboram ativamente os jovens estudantes e seminaristas do ITTA, se realiza semanalmente seis cursos de catequese simultâneos: a que prepara para a primeira comunhão; outra para a Confirmação; uma outra ainda que entremeia as anteriores e que chamamos de “catequese da perseverança” que abrange aqueles que já fizeram a primeira comunhão e que ainda não têm idade para receberem a Confirmação; outra ainda específica para aqueles que desejam ser coroinhas, atualmente composta de nove jovens; uma especial para as famílias de todos os que participam dos cursos anteriormente mencionados; e também uma para crianças muito pequenas e que apenas estão acordando para a luz da razão.

Além disso, também há cursos esporádicos de preparação para o matrimônio e para o batismo.

Todas estas atividades começam às 8:30 da manhã de domingo, fazendo frio ou calor, e envolve aproximadamente oitenta pessoas. Um veículo percorre os arredores para buscar aqueles que não têm possibilidade de chegar por si mesmos até esta capela.

Capela São José 3Após as respectivas aulas de catecismo, faz-se a recitação do terço, sendo escolhidos os mistérios mais apropriados para o período litúrgico corrente. Segue-se a celebração solene da Santa Missa, na qual nunca há menos de cem pessoas. Nesta, as funções de leitor, salmista, coroinha, cruciferário e outras funções extra altar, como cortejo das oferendas e coleta, são realizadas pelas pessoas da comunidade, que disputam – muito amistosamente – a oportunidade de ajudarem mais efetivamente na cerimônia. Graças a Maria Santíssima, já possuímos inclusive um coro formado de componentes desta comunidade.

Em seguida, uma breve e humilde confraternização encerra – para a maioria – as atividades religiosas das manhãs de domingo. Para os coroinhas, entretanto, e aqueles que participam do coro da capela, começa um treino de cerimonial para uns e de música para outros.

Somente após isso cada qual retorna para casa, ansiosos pela chegada do próximo domingo. Venha você também participar desta abençoada comunidade, localizada no n° 3000 da Estrada Santa Inês, Caieiras, São Paulo.

Deixe uma resposta